Aprimoramento

Curso Fazer Teste Estanqueidade | EAD | Ao Vivo | Presencial | 29166

O Curso tem por objetivo ensinar como aplicar as normas para fazer o teste de estanqueidade, bem como tratar as compliances normativas para tal teste.

  • Certificado : Sim
  • Modalidade : EAD
  • Carga Horária : 16h
  • Pré-Requisitos Mínimos : Alfabetização Completa (Leitura, Escrita e Compreensão de Textos)
Curso Fazer Teste Estanqueidade | EAD | Ao Vivo | Presencial | 29166

O CURSO

PARA VISUALIZAR A PRÉVIA DESTE CURSO, CLIQUE AQUI!

O Curso  tem por objetivo ensinar como aplicar as normas  para  fazer o teste de estanqueidade, bem como tratar as compliances normativas para tal teste.

Como é executado o Teste de Estanqueidade?
É realizado o preenchimento por pressurização no objeto a ser testado, verificado as conexões, após o fluido de teste se acomodar é analisado se a pressão se manteve constante ou se houve uma queda eventual em um intervalo de tempo caracterizando um vazamento.

O DIFERENCIAL

Para conhecer o diferencial do nosso site

clique aqui!

Conteúdo Programático

Interpretação e Aplicação das Normas pertinentes;
Exame visual externo geral;
Análise do Projeto;
Verificação do acabamento, respingos de soldas, escoria de eletrodos entre outros;
Verificação das soldas, locais de ancoragem, guias, linhas de aquecimento agregadas a linha principal;
Verificação do sistema de tubulação e juntas de vedação, sujidades, vestígios entre outros;
Efetuar procedimentos e medidas de segurança antes dos testes de pressão;
Remoção de equipamentos e acessórios (separador de linha, purgador, controlador pneumático) que causam restrição de fluxo;
Isolação do sistema e substituição por provisórias quando necessário: (válvula de alívio e segurança, disco de ruptura);
Bloqueio do fluido de teste com flange cego, tampão, raquete, bojão ou chapa de bloqueio;
Verificação na pré-operação as ligações nos limites do sistema e entrada de equipamentos;
Efetuar em todas as válvulas o teste de pressão, elas devem ser raqueteadas no flange;
Verificar a ligação da válvula com o corpo, linha e o engaxetamento, exceto válvulas de controle;
Pressurizar as válvulas de retenção, não sendo possível será travado a parte móvel na posição aberta e todas a válvulas serão pressurizadas na posição aberta;
Ligar todas as partes estruturais ao sistema de tubulação antes dos testes de pressão;
Realizar a Inspeção do sistema de suportes das tubulações com fluido de teste;
Deverá ser instalado no mínimo 02 manômetros adequados um no ponto mais baixo e outro no ponto mais alto; que deverão ser testados, aferidos a cada 90 dias;
Tubulações novas devem estar expostas sem isolamento, revestimento, pintura, sujidades para ensaios não destrutivos.

Procedimentos fundamentais:
Encher por pressurização a tubulação que estará em teste;
Verificar se todas as conexões que estão sendo pressurizadas estão em conformidade;
Aguardar a acomodação do fluido de teste analisando a pressão interna;
Caso haja queda de pressão existe vazamento que precisa ser corrigido.

Tópicos dos procedimentos:
Ensaio de estanqueidade;
Comissionamento;
De-comissionamento;
Purga do ar com injeção de gás inerte;
Admissão de gás combustível na rede.

Complementos para Máquinas e Equipamentos quando for o caso:
Conscientização da Importância:
Manual de Instrução de Operação da Máquina ou Equipamento;
Plano de Inspeção e Manutenção da Máquina ou Equipamento seguindo a NR 12;
Relatório Técnico com ART da Máquina ou Equipamento conforme NR 12;
Teste de Carga (com ART) conforme NR 12;
END (Ensaios Não Destrutivos) conforme NR 12;
Ensaios Elétricos NR 10.

Complementos da Atividade:
Conscientização da Importância:
APR (Análise Preliminar de Riscos);
PAE (Plano de Ação de Emergência;
PGR (Plano de Gerenciamento de Riscos);
Compreensão da necessidade da Equipe de Resgate;
A Importância do conhecimento da tarefa;
Prevenção de acidentes e noções de primeiros socorros;
Proteção contra incêndios;
Percepção dos riscos e fatores que afetam as percepções das pessoas;
Impacto e fatores comportamentais na segurança;
Fator medo;
Como descobrir o jeito mais rápido e fácil para desenvolver Habilidades;
Como controlar a mente enquanto trabalha;
Como administrar e gerenciar o tempo de trabalho;
Porque equilibrar a energia durante a atividade afim de obter produtividade;
Consequências da Habituação do Risco;
Causas de acidente de trabalho;
Noções sobre Árvore de Causas;
Noções sobre Árvore de Falhas;
Entendimentos sobre Ergonomia;
Análise de Posto de Trabalho;
Riscos Ergonômicos.

Exercícios Práticos:
Registro das Evidências;
Avaliação Teórica e Prática;
Certificado de Participação.

Instrutores

N° 12 - Engenheiro Moreira

N° 12 - Engenheiro Moreira

Coach, Mentor e Engenheiro de Segurança e Saúde do Trabalho, Química e Ciências da Computação

Para saber mais clique aqui.

N° 07 - Técnico Castro

N° 07 - Técnico Castro

Coach e Mentor em Segurança do Trabalho, Emergências Médicas, Químicas e Combate à Incêndios

Para saber mais clique aqui.

Referências Normativas quando for o caso aos dispositivos aplicáveis e suas atualizações:

NR 01 – Disposições Gerais;
NR – 12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos;
NR – 13 – Caldeiras, Vasos de Pressão e Tubulação;
NR – 20 – Segurança e Saúde no Trabalho com Inflamáveis e Combustíveis;
ABNT NBR 15182 – Ensaios não destrutivos — Estanqueidade para saneamento básico — Terminologia;
ABNT NBR 15571 – Ensaios não destrutivos — Estanqueidade — Detecção de vazamentos;
ABNT NBR ISO 14001 – Sistemas de gestão ambiental — Requisitos com orientações para uso;
ABNT NBR 15526 – Redes de distribuição interna para gases combustíveis em instalações residenciais — Projeto e execução;
ABNT NBR 15923 – Inspeção de rede de distribuição interna de gases combustíveis em instalações residenciais e instalação de aparelhos a gás para uso residencial — Procedimento;
ABNT NBR 16746 – Segurança de máquinas – Manual de Instruções – Princípios gerais de elaboração;
ABNT NBR 13759 – Segurança de máquinas – Equipamentos de parada de emergência – Aspectos funcionais – Princípios para projeto;
ABNT NBR ISO 14121-2 – Segurança de máquinas – Apreciação de riscos;
ABNT NBR 14277 – Instalações e equipamentos para treinamento de combate a incêndio – Requisitos;
ABNT NBR ISO/CIE 8995 – Iluminação de ambientes de trabalho;
ABNT NBR 9735 – Conjunto de equipamentos para emergências no transporte terrestre de produtos perigosos;
Protocolo 2015 – Guidelines American Heart Association;
Portaria GM N.2048 – Política Nacional de Atenção as Urgências;
OIT 161 – Serviços de Saúde do Trabalho;
ISO 10015 – Gestão da qualidade – Diretrizes para treinamento;
ISO 45001 – Sistemas de gestão de saúde e segurança ocupacional – Requisitos com orientação para uso;
ISO 56002 – Innovation management – Innovation management system;
ANSI B.11 – Machine Safety Standards Risk assessment and safeguarding.


  • Mercado PagoÀ Vista por R$1.996,00