Aprimoramento

Curso Operador Estação Tratamento de Água – ETA | EAD | Ao Vivo | 1541

O Curso Operador de ETA tem o objetivo de aplicar conhecimentos para que o colaborador possa operar com segurança a Estação de Tratamento de Água, abordando conceitos básicos para operação, segurança e sobre os componentes presentes dentro de todas as impurezas, tais como grades, floculadores, decantadores, filtro...

  • Certificado : Sim
  • Modalidade : EAD
  • Carga Horária : 40h
  • Pré-Requisitos Mínimos : Alfabetização Completa (Leitura, Escrita e Compreensão de Textos)
Curso Operador Estação Tratamento de Água – ETA | EAD | Ao Vivo | 1541

O CURSO

O Curso Operador de ETA tem o objetivo de aplicar conhecimentos para que o colaborador possa operar com segurança a Estação de Tratamento de Água, abordando conceitos básicos para operação, segurança e sobre os componentes presentes dentro de todas as impurezas, tais como grades, floculadores, decantadores, filtros e demais unidades operacionais, utilizando equipamentos para preparo de solução e dosagem de produtos químicos, efetuando a determinação do PH, cor, turbidez, alcalinidade das águas brutas, decantada, filtrada e, além dos parâmetros anteriores, verificar também o cloro e flúor residual da água tratada.

O que é a ETA (Estação de Tratamento de Água)?
A Estação de Tratamento de Água, ou ETA, é um grande local onde é feita a purificação da água captada de diversas fontes impuras (como rios, represas, lagos, etc.), sendo convertida em água potável para suprir a demanda da população pela água.

O DIFERENCIAL

Para conhecer o diferencial do nosso site

clique aqui!

Conteúdo Programático

Capacitação/treinamento de operadores de ETA
Características físicas, químicas e biológicas da água aferidas a água (solvente universal);
Disposição final de resíduos gerados no processo;
Etapas do tratamento de água (captação, coagulação e floculação, decantação, filtração, desinfecção, fluoretação);
Finalidades do tratamento de água;
Padrões de potabilidade – Portaria 518 do MS/Legislação;
Poluição X contaminação;
Preenchimento de boletins de operação de tratamento;
Procedimento operacional padrão;
Registro em planilhas de todas as informações operacionais, analíticas, intervenções de manutenção e ocorrências operacionais e não-operacionais (segurança patrimonial e ambiental);
Reuso de água;

Operacional:
Aferição, calibração e operação de instrumentos analíticos aplicados  a determinação de parâmetros necessários ao tratamento de água (pHmetro, turbidímetro, colorímetros, termômetros, jar-test, oxímetros, balança analítica, agitador magnético, etc);
Conceituação dos principais problemas e dificuldades operacionais;
Controle de corrosão;
Execução de tarefas relativas à limpeza, manutenção e higienização das unidades operacionais;
Gerenciamento do processo, produtos e reagentes;
Lavagem de filtros utilizando parâmetros pré-estabelecidos;
Manutenção preventiva e corretiva;
Operação de equipamentos para preparo de solução e dosagem de produtos químicos;
Operação de ETA (todas unidades operacionais desde a captação até distribuição);
Recebimento, armazenamento e controle de produtos químicos;
Registros e interpretação de informações geradas por instrumentos específicos ao processo de tratamento de água (manômetro, termômetro, densímetro, medidor de vazão, etc);
Solução de problemas operacionais;
Start-up e paradas;

Controle analítico:
Análise microbiológica;
Análises para controle operacional;
Boas práticas de laboratórios;
Ensaio de floculação: jar-test;
Higiene e segurança;
Manuseio de reagentes e vidrarias;
Métodos de análises: pH, cor, turbidez, alcalinidade, ferro, alumínio, flúor, oxigênio dissolvido e consumido, cloro residual livre e total, sólidos totais dissolvidos, temperatura;
Preparo de soluções e dosagem de produtos químicos;
Técnicas de coleta de amostra de água para análises físico-químicas, químicas e biológicas necessárias ao processo de tratamento de água;

Ao final do curso, o participante deverá:
Preparar soluções com produtos químicos para o processo de tratamento da água;
Operar equipamentos e seus componentes para a dosagem dos produtos químicos utilizados no tratamento da água;
Operar bomba de recalque, compressores de ar, sistema de cloração, fluoretação e alcalinização;
Controlar níveis das águas nas unidades componentes da Estação;
Receber, armazenar e controlar os produtos químicos utilizados no processo de tratamento da água;
Executar lavagem de filtros, utilizando parâmetros pré-estabelecidos;
Preencher boletins de operação de estações de tratamento;
Manter limpas e desobstruídas as grades, crivos, agulheiros e demais componentes das captações de água;
Registrar e interpretar informações geradas por instrumentos específicos ao controle do processo de tratamento de água (Amperímetros, Manômetros, Termômetros, Densímetros, Medidores de Vazão, Monitores de Coagulantes, etc.);
Operar instrumentos analíticos para a determinação de parâmetros químicos e físico-químicos necessários ao processo de tratamento da água, tais como Turbidímetro, Jar Teste, Calorímetro;
Aferir sempre que necessário a instrumentação utilizada na determinação dos parâmetros de controle do processo de tratamento;
Coletar amostras de água, para análises físico-químicas, químicas e biológicas necessárias ao controle operacional do processo de tratamento da água, utilizando técnicas de coleta de amostra;
Preparar frascos para coleta de amostras;
Preparar, padronizar e utilizar soluções específicas para ensaio de dosagem referente ao processo de tratamento da água (Jar Test etc.);
Comunicar problemas relativos a segurança patrimonial e ambiental nas instalações operacionais;
Registrar em planilha específica todas as informações operacionais, analíticas, intervenções de manutenção e ocorrências operacionais e não operacionais;
Operar o instrumental destinado ao controle a distância dos dispositivos envolvidos no tratamento da água, incluindo computadores utilizados no controle operacional;
Equipamento de Proteção Individual – EPI;
Equipamento de Proteção Coletiva – EPC;
Executar tarefas relativas à limpeza, manutenção e higienização da unidade sob sua responsabilidade.

Complementos para Máquinas e Equipamentos quando, no caso:
Conscientização da Importância:
Manual de Instruções de Operação da Máquina ou Equipamento;
Plano de Inspeção e Manutenção de Máquinas ou Equipamentos seguindo a NR 12;
Relatório Técnico com ARTE da Máquina ou Equipamento conforme NR 12;
Teste de Carga (com ART) conforme NR 12;
END (Ensaios Não Destrutivos) conforme NR 12;
Ensaios Elétricos NR 10;
Tagueamento de Máquinas e Equipamentos.

Complementos da atividade:
Conscientização da Importância:
APR (Análise Preliminar de Riscos);
PAE (Plano de Ação de Emergência;
PGR (Plano de Gerenciamento de Riscos);
Compreensão da necessidade da equipe de
revenda ; A Importância do conhecimento da tarefa;
Prevenção de acidentes e noções de primeiros socorros;
Proteção contra ameaças;
Percepção dos riscos e riscos como afetar as pessoas;
Impacto e fatores comportamentais na segurança;
Fator medo;
Como descobrir o modo mais rápido e fácil para desenvolver Habilidades;
Como controlar a mente enquanto trabalha;
Como administrar e gerenciar o tempo de trabalho;
Porque equilibrar a energia durante uma atividade afim de obter pesquisa;
Consequências da Habitação do Risco;
Causas de acidente de trabalho;
Noções sobre Árvore de Causas;
Noções sobre Árvore de Falhas;
Entendimentos sobre Ergonomia;
Análise de Posto de Trabalho;
Riscos Ergonômicos;

Exercícios Práticos;
Registro das Evidências;
Avaliação Teórica e Prática;
Certificado de Participação.

Instrutores

N° 12 - Engenheiro Moreira

N° 12 - Engenheiro Moreira

Coach, Mentor e Engenheiro de Segurança e Saúde do Trabalho, Química e Ciências da Computação

Para saber mais clique aqui.

N° 07 - Técnico Castro

N° 07 - Técnico Castro

Coach e Mentor em Segurança do Trabalho, Emergências Médicas, Químicas e Combate à Incêndios

Para saber mais clique aqui.

Referências Normativas quando for o caso aos dispositivos aplicáveis e suas atualizações:

NR 01 – Disposições Gerais;
NR – 06 – Equipamento de Proteção Individual – EPI;
NBR 12216- Projeto de estação de tratamento de água para abastecimento público;
NBR 12209 – Projetos de Estações de Tratamento de Esgoto Sanitários;
L5.178 – Tratamento biológico de efluentes industriais – Determinação de oxigênio dissolvido (OD) em água pelo método eletrométrico – Método de ensaio
L5.015 – Segurança em laboratório químico de águas – Procedimento
L5.102 – Determinação de alcalinidade em águas – Método de titulação potenciométrica até pH pré determinado – Método de ensaio
L5.117 –  Determinação de cor em águas – Método de comparação visual – Método de ensaio
ABNT NBR 16746 – Segurança de máquinas – Manual de Instruções – Princípios gerais de elaboração;
ABNT NBR 13759 – Segurança de máquinas – Equipamentos para parada de emergência – Aspectos funcionais – Princípios para projeto;
ABNT NBR ISO 14121-2 – Segurança de máquinas – Apreciação de riscos;
ABNT NBR 14276 – Brigada de incêndio – Requisitos;
ABNT NBR 14277 – Instalações e equipamentos para treinamento de combate a incêndio – Requisitos;
ABNT NBR ISO / CIE 8995 – Iluminação de ambientes de trabalho;
Protocolo 2015 – Guidelines American Heart Association;
Portaria GM N.2048 – Política Nacional de Atenção como Urgências;
OIT 161 – Serviços de Saúde do Trabalho;
ISO 10015 – Gestão da qualidade – Diretrizes para treinamento;
ISO 45001 – Sistemas de gestão de saúde e segurança ocupacional – Requisitos com orientação para uso;
ISO 56002 – Gestão da inovação – Sistema de gestão da inovação;
ANSI B.11 – Padrões de segurança da máquina Avaliação e proteção de riscos.
Nota:Este Serviço atende somente como requerente da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho (SEPRT); quando tratar o atendimento a outros órgãos, informe-o no ato da solicitação.


  • Mercado PagoÀ Vista por R$1.471,00